Estratégia exige criatividade

A inovação orientada para a estratégia de crescimento lucrativo é necessária às organizações atuais, a fim de não estagnarem em uma realidade ultrapassada e fadada ao fracasso. Entretanto, pensar a estratégia através das inúmeras ferramentas analíticas existentes não basta para uma renovação organizacional eficaz. Adam Brandenburger, em seu artigo “Estratégia exige criatividade” na Harvard Business Review de junho deste ano, nos diz que para gerarmos estratégias eficazes são necessárias ações que estimulem a criatividade.


Gestores e empreendedores já perceberam que precisam de estratégias criativas para gerar resultados eficazes. Atualmente existe uma expressiva quantidade de abordagens que buscam estimular o indivíduo a pensar como estrategista. Em seu livro “Mais rápido e melhor”, Charles Duhigg explica como introduzir “perturbações” criativas, cuidadosamente selecionadas, nos processos de trabalho para estimular novas ideias. Essas abordagens estão mais ligadas aos processos mentais dos indivíduos do que com a realidade de negócio das empresas.


Ainda em seu artigo, Brandenburger explora quatro abordagens que levam ao desenvolvimento de estratégias efetivamente inovadoras:


✔️ Contraste – na qual o estrategista deve identificar os pressupostos fundamentais que guiam a empresa e questioná-los;

✔️ Combinação - na qual pensa-se uma estratégia que une produtos e/ou serviços antes impensados e até mesmo controversos;

✔️ Restrição - em que o estrategista identifica as fraquezas e limitações das empresas e analisa como podem se transformar em pontos fortes;

✔️ Contexto – no qual busca-se ideias criativas para a solução de um problema em resoluções de casos similares ao que se está vivendo.


Tais abordagens são uma tentativa de estimular a criatividade na hora de pensar estratégia e, como diz Brandenbuger, “elas ajudam as pessoas a explorar uma grande variedade de possibilidades”. As ferramentas analíticas são extremamente importantes para o estrategista e devem sempre estar presentes no desenvolvimento da estratégia, entretanto, a dinâmica atual do mundo organizacional exige grande criatividade para se manter em constante evolução e inovação.


Texto de Isabella Freitas. Revisão de Rogério Monteiro.

Sobre ser estrategista

Nossos cursos visam desenvolver novas competências do profissional que deseja SER ESTRATEGISTA.​​ Tais competências são focadas no crescimento lucrativo, geração de valor e qualidade de vida.

Contato

(27) 3345-4050 / 3315-4377

(27) 9 8837-4438

contato@formarestrategistas.com